Como Fazer um Currículo Objetivo

O mais importante é ser objetivo e conciso. A pessoa tem que pensar que através deste currículo que será convocada para uma entrevista, diz Flávia Mentone, coordenadora de recursos humanos do Centro de Apoio ao Trabalho (CAT), da Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo de São Paulo.

Segundo Flávia, os candidatos devem adaptar o currículo ao tipo de publicidade ou plataforma em que serão registrados os dados. Em um site de emprego, o currículo pode ser mais genérico, já que não é possível saber quais empresas pesquisadas. Por outro lado, ao enviar o documento diretamente para a empresa, é ideal prepará-lo apenas para o cargo em questão.

Como Fazer Um Currículo Objetivo

O seu currículo é a forma daquela empresa que busca uma vaga saber de suas principais competências. Pode-se dizer que é um cartão de visitas para candidatos em busca de uma oportunidade de emprego.

Veja Algumas Dicas de Como Preencher seu Currículo

Dados pessoais
O início do currículo deve apresentar o candidato, com nome completo, idade, estado civil, endereço, cidade, região, telefone (celular, residencial) e principalmente e-mail. Não tem a necessidade de informar o CEP.

Resumo de qualificações
É importante que os candidatos aproveitem esse espaço para colocar informações positivas sobre sua carreira. O objetivo é chamar atenção para que o recrutador leia o currículo até o final. A partir dessa resposta, é possível selecionar o que será colocado no resumo. Nesse item, o profissional deve pensar quais as habilidades, experiências e conhecimentos que ele possui seriam positivos para a posição.

Formação acadêmica
O candidato deve colocar o último grau de escolaridade, ou seja, quem não tem nível superior deve citar o nível médio… Profissionais com MBA, pós-graduação ou curso técnico devem mencioná-los. A descrição deve ter o nome da instituição, curso e ano ou previsão de término.

Objetivo
Neste tópico, os profissionais precisam escrever de forma direta para que a empresa veja qual é a posição de interesse. Os candidatos não devem colocar diversos objetivos juntos.

Experiência profissional (se tiver)
Candidato sem experiência pode citar eventuais trabalhos em empresa júnior ou no centro acadêmico da faculdade, colocando as atribuições e responsabilidades que tinha.

Cursos complementares
Cursos extracurriculares ou de curta duração e workshops podem ser informados. É importante mencionar o nome da instituição, mês e ano de início e término e carga horária.

Idiomas
O candidato precisar ser honesto e indicar seu real conhecimento do idioma, já que o recrutador poderá testá-lo durante a entrevista. A fluência pode ser categorizada como: básico, intermediário, avançado e fluente.

Informática
O profissional pode informar seus conhecimentos em cada programa e categorizá-los. Quem fez curso na área pode colocá-lo seguindo o padrão usado nos cursos complementares.

Quais são os tipos de Currículos e pra que serve

Currículo Cronológico:

Este tipo de currículo, como seu próprio nome indica, é o que organiza as informações em ordem cronológica, partindo-se dos objetivos mais antigos e atingindo os mais recentes.

Currículo Funcional ou Temático:

Além de não seguir uma progressão cronológica, permite selecionar os pontos positivos, realçar suas próprias habilidades e os resultados obtidos, omitindo outros indesejados: períodos de desemprego, frequentes mudanças de trabalho sem ter tido promoções…

Por todas estas razões, o modelo funcional é conveniente quando se pretende aceder a um sector profissional totalmente diferente, para o que não é relevante a experiência de trabalho prévia, e se você quiser acessar as competências, habilidades e forma de trabalhar.

Curriculum Vitae:

No mercado de trabalho, o Currículo baseia-se em ordem e a clareza que se pode ter, mas há certos passos que tornam-se básicos e idéias, se queremos ter uma correta estruturação de um bom curriculum vitae.

No entanto, antes de começar a escrever seu currículo, procure uma reflexão sobre os seus antecedentes profissionais e de carreira.

Procure identificar seus pontos fortes e aspectos que possam diferenciar dos outros. Quando escreva, faça-o com calma e sem pressa. Leia e deve ler o texto com cuidado até que esteja seguro de que tudo está correto.

Lembre-se:

O currículo deve ter uma extensão máxima de duas páginas com a informação necessária para o cargo.

Coloque a foto apenas se for necessário para a vaga desejada. Neste caso, deve ser de 3×4, ter boa qualidade e dar prioridade a uma postura profissional.

Para o primeiro pesquisador de emprego, vale a pena destacar no currículo de experiências em universidades, estágios, cursos, voluntariado, habilidades e competências.

O que não Deve Conter no seu Currículo

-Cartas de referência

-Certificados de cursos realizados

-Data e assinatura

-Foto (Só deve ser enviada quando empregador lhe pedir)

-Informações negativas (Profissionais que não possuem algum tipo de conhecimento não   devem colocar essa informação. A melhor opção é não informar nada)

-Motivo de saída de empregos anteriores

-Nome de pais, marido ou esposa e filhos

-Número de documentos

-Pretensão salarial

-Pronomes pessoais (Ao invés de colocar “eu desenvolvi um projeto” substitua por   “desenvolvimento de projeto”)

-Referências pessoais (Contatos de pessoas que podem falar sobre o profissional não devem        ser  indicados)

-Título “currículo vitae” ou “currículo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *