Como Reforçar seu Currículo com a Carta de Apresentação

Como Reforçar seu Currículo com a Carta de Apresentação

Algumas das empresas na hora de selecionar o seu curriculum devem apresentar um documento que representa as suas principais qualidades e habilidades profissionais, bem como um breve resumo de sua trajetória profissional. Nesta carta de apresentação, pode-se citar uma referência para validar o seu trabalho.

A carta de apresentação é um elemento fundamental para dar mais credibilidade ao seu currículo profissional.

Como fazer uma carta de apresentação?

Resumimos algumas dicas para orientá-lo na preparação da sua carta de apresentação, de forma personalizada e para garantir a atenção do empregador e, em seguida, ser convidado para participar de entrevistas de emprego.

Como Fazer uma Carta de Apresentação para Primeiro Emprego?

Aqui a inscrição para aqueles que procuram o primeiro emprego ou estágio é o de escrever uma carta de apresentação objetiva e destacar seus antecedentes acadêmicos.

Como Reforçar seu Currículo com a Carta de Apresentação

Descreva a informação sobre a sua educação e cite experiências relevantes que foram adquiridas durante a sua educação escolar. Vale a pena mencionar os serviços que tens prestado como voluntário, isso irá avaliar seu perfil profissional.

Como enviar a carta de apresentação?

Escreva sua carta em um arquivo eletrônico, como o Word, e depois de rever salvar ou arquivo com extensão DOC, e salve uma cópia na extensão PDF.

Se estiver a enviar o seu curriculum por e-mail copiar do arquivo no Word e colar texto no corpo de sua carta de apresentação. Apenas adicione o seu curriculum para o e-mail.

Se você está inscrito em um site de currículos e há um campo para a submissão, por favor, escreva sua carta de apresentação neste espaço. Em alguns casos, a plataforma solicita que você adicione, há casos adicionais ou o arquivo previamente salvo na extensão em PDF, este cuidado evita que o seu documento seja alterado.

O que não Deve Faltar na sua Carta de Apresentação

Mostra que você tem feito a sua pesquisa e colocou o nome e a posição do empregador na carta. Peça a alguém que deixe a carta com algo pessoal e o empregador observará que você levou tempo para descobrir mais sobre a empresa. Sua dedicação será considerada.

Como um amigo ou colega de trabalho, informou o cargo? Já mencionei na carta. Muitas vezes, mesmo quando não há vagas abertas, as empresas têm em conta as instruções dos funcionários. Aumenta a possibilidade de que o empregador veja o seu currículo com carinho.

Conte a sua história como profissional. Fale sobre sua formação acadêmica, experiência universitária, viagens ao exterior, estágios, posições passadas e trabalho voluntário que comprovem que você é um profissional preparado para esta nova onda.

Se a vaga que está concorrendo os requisitos apresentados – cinco anos de experiência na indústria, o domínio do idioma inglês, etc., certifique – se de estar preparado. Fale sobre a sua pontuação no teste de aptidão. Conte os cinco anos em que trabalhou no campo.

Mas não pare por aí! Não deixe que a empresa pense que tudo o que você tem para oferecer é o que se requer. Ou necessário é mínimo: mostre que você pode oferecer, e que pode ajudar a empresa a crescer com os seus conhecimentos e experiência.

Revise sua Carta de Apresentação. Além de não curricular, um erro pode ser fatal. Na carta, alguns erros se tornam mais evidentes, já que as orações e as mesmas serão maiores, e provavelmente repita algumas palavras. Tenha cuidado. De preferência, peça a outra pessoa que o verifique.

As cartas de apresentação devem ser assinadas! Não sei se posso colocar o seu nome no final.

Personalize sua própria Carta de Apresentação

Então, não pense em modelar — e muito menos escreva uma carta a todas as empresas que lhe interessam. Um cartão bem-feita é uma escrita especificamente para a vaga disputada, apesar de algumas seções podem ser repetidas em vários cartões. De todos modos, tente fazer um texto conciso, com cerca de três parágrafos curtos.

No texto, não escreva sobre os aspectos negativos – por exemplo, “Nunca trabalhei no banco, mas quero começar” – ou use adjetivos ou faça juízos de valor sobre si mesmo – como “dinamismo, bom humor, bom nível cultural”, porque é o recrutador quem o avalia, não você. Expressões como “eu estou em uma transição de carreira”, “Estou à procura de novos desafios” não são ruins, mas são muito comuns.

Não se esqueça também de dizer adeus — use, por exemplo, os conhecidos “Saudações” — e escreva o seu nome e as formas de entrar em contato, como telefone celular e e-mail. Se você tem o nome da pessoa que vai ler a sua carta, escreva, mas com um tratamento formal, como “Caro senhor…” (a este ponto, vale a pena ligar para a empresa e descobrir, mas sem insistência, o nome e o contato da pessoa que vai analisar o seu curriculum vitae.

Por último, um detalhe que pode agradar ao treinador: “Não diz’ Eu gostaria de agendar uma entrevista’ ou’ Espero entrar em contato com o horário de sua conveniência’. E se não tenho a vaga que ele quer? Compete ao departamento de recursos humanos de decidir se vai fazer uma entrevista.

Resumo

Se você está enviando seu currículo para uma agência de emprego ou a um headhunter (“caçador” de profissionais), destaca em sua área de atuação, as grandes empresas pelas quais você passou e um ponto importante de sua formação, além do tipo de trabalho que procura, explica Telma Guido.

Se o CV é direto para uma empresa, fala de uma experiência que teve nesse segmento ou ao tipo de produto com o qual a organização trabalha. E, se você enviar o seu currículo vitae para o endereço de alguém, deixa claro quem ou a quem recomendaste.

Se você usa o acrônimo de sua área, em uma carta a um profissional de recursos humanos, explique brevemente o que é. E não inovar na apresentação gráfica: os recursos humanos como fontes tradicionais, como Arial, sem negrito, nem sublinhado. Os cartões feitos de sua própria mão – com boa caligrafia – continuam sendo aceitas, embora não sejam tão comuns. E pegue a carta pessoalmente a empresa, se o pedirem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *